Mudam-se os tempos…

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o Mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.
Luís Vaz de Camões

Image hosted by Photobucket.com

  • Estará a catequese de hoje, nomeadamente nos seus actores da ribalta, à altura de perceber a mudança que se deu no modo de mudar?
  • Quais os caminhos a trilhar para se realizar uma catequese fiel ao Mestre e ao discípulo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *